terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Visita de estudo...



Febo Moniz visita a Batalha
No dia 3 de fevereiro seis turmas do 8ºano (A, C, E, F, G e H), da Escola EB 2,3 Febo Moniz de Almeirim, foram em visita de estudo ao CIBA (Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota) e ao Mosteiro da Batalha.
A visita foi realizada no âmbito das disciplinas de História, Geografia, Inglês, Ciências Naturais e Educação Visual, envolvendo 120 alunos, 16 professores e 1 assistente operacional. Esta visava consolidar conhecimentos relativos à Crise de 1383-85, à Dinastia de Avis e à Ínclita Geração; às características do estilo gótico; contactar com várias realidades do espaço urbano e a sua interligação; realizar um inquérito para averiguar algumas características da população da Batalha; reconhecer os efeitos ambientais e biológicos sobre a pedra do Mosteiro e questionar ou conversar com turistas ingleses.
No CIBA, os discentes tiveram a oportunidade de ver o local onde decorreu a Batalha de Aljubarrota, em 14 de agosto de 1385, que foi determinante na independência dos portugueses. Os alunos puderam recuar no tempo ao experimentar alguns dos instrumentos de guerra (espada, besta, elmo, arco…) utilizados na altura: parecia uma aula de história ao vivo. Este ambiente medieval em que mergulhámos teve o seu momento alto com o filme interativo sobre a luta com os castelhanos. Esta apresentação foi muito verosímil: do campo de batalha emerge um livro/ecrã que conta a história do confronto militar de Aljubarrota, proporcionando aos alunos um momento inesquecível.
O outro local visitado foi o Mosteiro da Batalha. No largo envolvente ao mesmo, os alunos fizeram um questionário geográfico à população, com o objetivo de recolher dados demográficos. De seguida, o professor Luís Batista fez uma visita guiada ao Mosteiro, onde destacou os túmulos de D. João I e de D. Filipa de Lencastre, as Capelas Inacabadas, os dois Claustros, a Sala do Capítulo (onde atualmente está o túmulo do Soldado Desconhecido, homenagem da pátria portuguesa aos seus mortos), o Refeitório e a Cozinha, dizendo mesmo que este é um dos monumentos mais bonitos do nosso país.
Foi um dia diferente que proporcionou um convívio agradável entre todos. E assim é mais fácil aprender…
Texto: Miguel Valverde

 


Fotos: Profª Fátima Condeço

1 comentário: