Avançar para o conteúdo principal


As atividades do nosso Agrupamento continuam...

Marquesa de Alorna visita Lisboa

No passado dia 6 de Janeiro realizou-se uma visita de estudo rumo a Lisboa.
A visita agrupava as disciplinas de História, Português e Geografia, tendo sido destinada aos alunos do nono ano de escolaridade.
Esta visita iniciou-se no “Museu do Combatente” onde é feita a homenagem aos combatentes que serviram Portugal no antigo Ultramar e em todas as guerras da História Portuguesa.
Este museu, para além da monumentalidade do espaço (junto à Torre de Belém), apresenta três núcleos expositivos ao ar livre com equipamentos relativos às Forças Armadas Portuguesas, duas exposições interiores e ainda exposições temporárias de pintura, escultura e fotografia. Tivemos a possibilidade de visitar os espaços supracitados. Contudo, o objetivo principal do nosso estudo foi visitar o interior de uma trincheira da 1ª Guerra Mundial, recriada no Museu. Este aspeto foi muito do agrado de todos.
De seguida, dirigimo-nos ao jardim da Praça do Império, junto ao Mosteiro dos Jerónimos onde decorreu o almoço.
Após o mesmo, a visita direcionou-se para o Colégio Pedro Arrupe, onde tivemos a oportunidade de assistir à peça teatral “O Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente. Este autor, nas suas obras, retrata a sociedade portuguesa do século XVI, abordando temas sempre atuais, satirizando, à sua maneira, a sociedade do seu e do nosso tempo.
Esta visita de estudo contou com a presença de 8 turmas do 9º ano (A, B, C, D, E, F, G, e H) e uma turma de CEF (Curso de Educação e Formação), num total de 162 alunos. Os discentes deslocaram-se em 4 autocarros, acompanhados por 18 professores.
Adriana Zola , 9º E , nº 1




Comentários

Mensagens populares deste blogue

Feliz Aniversário,Tim Tim!

Na passada sexta-feira a nossa mascote, Tim Tim, fez 85 anos! O seu criador, Hergé, criou-o a 10 de janeiro de 1929. Apareceu pela primeira vez num suplemento juvenil (Le Petit Vingtième) para o jornal de Bruxelas Le Vingtième Siècle. A data calhou numa quinta-feira, o dia da semana em que o suplemento foi publicado. Naquela época, as crianças tinham as quintas-feiras de folga da escola, compensando o facto de terem aulas aos sábados.


André Manso 6º E







Um Simples Ponto e uma Linha

E tudo pode começar com um simples ponto ou uma linha…
Quantas vezes pensamos que não somos capazes de realizar uma tarefa, porque achamos que esta parece muito difícil (superior às nossas capacidades)?
Quantas vezes olhamos para algo e chegamos à conclusão que os nossos olhos não vêem o mesmo que os de outra pessoa?
Pois bem, com esta história/actividade pretendíamos precisamente desbloquear a capacidade e a criatividade de cada criança, para que fossem livres de ver ou pintar dentro de um espaço “branco de liberdade”.
Esta missão tornou-se muito facilitada, pois os meninos desta turma, pela janela dos seus olhos, observam o mundo, e toda a arte nele contida, de uma forma muito pessoal e com uma imaginação que ultrapassou as nossas expectativas (de adulto já formatado, talvez…)
Por isso, quando lançámos o desafio, depois de ouvirem a história e de terem contactado com várias pinturas abstractas dos mais reconhecidos pintores, “vão pintar quadros onde só poderão usar pontos e linhas, mãos …

Exposição de capas de EVT

Na Escola EB 2/3 Febo Moniz decorreu uma exposição de capas para guardar os trabalhos realizados nas disciplinas de Educação Visual e Tecnológica.